Franquia de contabilidade: como funciona e diferenças da terceirização

11franquia de contabilidade0

Abrir uma franquia de contabilidade pode ser uma boa alternativa para o contador que deseja ter uma empresa contábil, mas não quer fazer isso sozinho. 

Afinal, o modelo de franquia oferece algumas vantagens, como suporte técnico, modelo de negócio testado e histórico de mercado.

Por outro lado, há alguns pontos de atenção a serem observados, tanto no aspecto dos custos envolvidos quanto da gestão padronizada.

Se você quer entender melhor como funciona uma franquia de contabilidade e as principais diferenças para a terceirização contábil, siga a leitura.

O que é uma franquia de contabilidade?

Franquia de contabilidade é um modelo de negócio replicável em que o franqueador (dono da franquia) vende uma espécie de “clone” para o franqueado.

Ao decidir comprar uma franquia de contabilidade, o empreendedor se vincula a uma marca existente e segue todas as suas diretrizes, como identidade visual e métodos de trabalho.

No Brasil, as franquias são disciplinadas pela Lei 13.966/2019, que revogou uma lei mais antiga, de 1994.

Apesar de usar a mesma marca e seguir um conjunto de regras padronizadas, cada franqueado tem seu CNPJ próprio e sua base de clientes.

É importante ressaltar que, mesmo com o apoio do franqueador, abrir uma franquia de contabilidade não é garantia de sucesso.

O que você terá é um apoio, tanto do ponto de vista de gestão quanto de know-how, mas o sucesso do empreendimento dependerá de sua visão de negócio e da dedicação de sua equipe.

Como funcionam as franquias contábeis

As franquias de contabilidade funcionam nos mesmos moldes das franquias de outros segmentos, como lanchonetes e restaurantes.

Ao assinar um contrato de franquia contábil, franqueado e franqueador têm compromissos a cumprir.

O franqueador deve fornecer ao franqueado:

  • Direito de uso da marca
  • Apoio técnico no plano de negócios
  • Transferência de tecnologia
  • Compartilhamento de know how
  • Métodos padronizados de trabalho.

O franqueado, por outro lado, deve seguir o que foi estipulado em contrato, adotando as melhores práticas no desempenho das atividades. 

Entre outras atribuições, destacam-se:

  • Efetuar o pagamento das taxas e contribuições
  • Cumprir as regras de padronização e layout
  • Adotar a metodologia de prestação de serviços conforme o manual do franqueador.

Para quem vende o “clone”, o modelo de franquia é uma estratégia interessante de crescimento em escala e de gestão descentralizada.

Cada franquia vendida gera receitas para o franqueador, muitas delas “passivas” por meio de taxas e royalties, aumentando a abrangência e a consolidação da marca.

Para o franqueado, embarcar em um modelo de franquia pode ser uma alternativa ao modelo convencional de negócios, sobretudo para quem busca empreender com mais segurança.

Vantagens e desvantagens da franquia de contabilidade

Antes de decidir por uma franquia de contabilidade, você precisa considerar as vantagens e desvantagens desse tipo de negócio em relação a uma empresa de marca própria

As principais vantagens da franquia de contabilidade são:

  • Associação a uma marca consolidada e com experiência de mercado
  • Apoio na estruturação da unidade física, da escolha do ponto ao projeto arquitetônico
  • Assessoria e consultoria em gestão de qualidade
  • Apoio nas tarefas administrativas e funções de rotinas
  • Padronização de processos de acordo com as boas práticas contábeis 
  • Apoio no planejamento de marketing.

Entre as desvantagens, destacam-se:

  • Custos obrigatórios com taxa de franquia, royalties e fundo de marketing
  • Liberdade de gestão limitada por força contratual, sem muito espaço para autonomia e criatividade
  • Localização geográfica limitada com base em critérios do franqueador
  • Exigências quanto a treinamentos específicos
  • Exigências quanto a aquisição de softwares e outras ferramentas específicas
  • Dificuldades de encerrar um contrato.

Em resumo, podemos dizer que, ao abrir uma franquia de contabilidade, você tem suporte técnico e assessoria em diferentes aspectos, mas paga por isso. 

Além do mais, como gestor você não tem total liberdade para decidir como gerenciar seu negócio devido às limitações contratuais.

Como abrir uma franquia contábil

O primeiro passo para abrir uma franquia contábil é fazer uma ampla pesquisa na internet, começando pelo Portal do Franchising.

Ao pré-selecionar as franquias de seu interesse, faça uma avaliação geral da empresa, dos serviços que oferecem, custos envolvidos e suporte.

Vá além das divulgações oficiais: entre em contato com a área de atendimento da franquia e descubra o máximo de informações que puder.

Ao encontrar uma franquia que atenda às suas expectativas, os passos seguintes são burocráticos: contratos, negociação de preço, abertura de CNPJ, etc.

Franquia de contabilidade ou terceirização?

A franquia de contabilidade, como vimos, é uma estratégia pensada para facilitar a vida de empreendedores que não querem começar um negócio sozinho

Vincular-se a uma marca consolidada e reconhecida, valendo-se do suporte e da transferência de tecnologia, contudo, tem um preço. 

Se o objetivo é contar com parceiros que tornem a gestão de uma empresa contábil mais eficiente e prática, há uma outra estratégia que também cumpre esse papel: a terceirização contábil.

Qual a diferença?

Franquia, como vimos, é um “clone” de negócio que pode ser replicado. 

Terceirização contábil, por outro lado, é um serviço destinado a quem tem uma empresa contábil e precisa desvencilhar-se das amarras rotineiras.

Ao terceirizar as demandas internas, o empresário contábil ganha tempo para focar em estratégias de crescimento do negócio.

Quando optar pela franquia contábil

A franquia de contabilidade pode ser uma boa alternativa para o empresário contábil recém-formado ou que deseja participar de negócio testado e aprovado. 

Associar-se a uma marca reconhecida pode alavancar os resultados mais rapidamente, principalmente se o franqueador compartilhar toda sua expertise.

Quando optar pela terceirização contábil

A terceirização contábil é uma ótima alternativa para contadores que já tem uma empresa contábil e precisa de apoio para otimizar as demandas internas.

Ao transferir para uma empresa especializada as rotinas operacionais, o contador ganha tempo para oferecer serviços que agreguem valor ao seu cliente, tornando-se muito mais consultivo.

Por meio da terceirização contábil, também é possível reduzir custos e despesas, afinal, não será necessário manter uma equipe apenas para tratar da contabilidade do escritório. 

Gostou da ideia?

Se é de um apoio assim que você precisa para tornar o seu escritório mais eficiente e produtivo, conheça os serviços da Fábrica de Contabilidade.

Fale com um de nossos especialistas e descubra como podemos ajudar sua empresa a crescer e lucrar mais!

Leave a Reply